Palestra de criatividade
no Google da Irlanda? Topei!

Conteúdos multimídia iH!Criei neste artigo

vídeo
foto
infográfico
áudio
pesquisa
Não temos revisores, portanto, se você encontrar algum erro, por favor nos ajude entrando em contato, e, se você quiser entender o por quê, leia nosso manifesto.

Eu não trabalho no Google e nunca trabalhei lá. Durante meu intercâmbio na Irlanda (onde morei por 2 anos), conheci pessoas que fizeram toda a diferença na minha vida – e que muitas vezes a gente não percebe na hora. Um desses momentos, foi quando tive o primeiro “click” de que poderia falar sobre criatividade a convite de um amigo que trabalhava no Google e era presidente da JCI Ireland, o querido e amável Julian Gay-de-Montela. Esse convite foi o up para eu começar a pensar neste projeto sobre entender o impacto que a criatividade humana tem na nossa vida e na vida de todos que trabalham com isso – mal sabe ele. E tudo tem um por quê. Certo? Neste relato pessoal, quero mostrar a você que TUDO É POSSÍVEL e que sim, arrisque quando surgir uma oportunidade ainda que você ache que não está preparado. Tudo é experiência e você só vai ver o impacto daquela ousadia, dias, meses e talvez anos depois, como foi meu caso. Vamos lá?

1617927_714173678634194_3786934920732832470_o-2
Foto: Eric Sanchez

A coisa toda começou por incentivo de uma organização chamada JCI Dublin (Junior Chamber International). Lá, conheci pessoas maravilhosas e fiz novos amigos, um deles, o canadense empresário e ex-funcionário do Google, Julien Gay-de-Montela, que tinha sido eleito Presidente da JCI naquele ano, e era um entusiasta e incentivador de novas ideias e de gente querendo empreender. Eu entrava nessa categoria. O convite veio após ele ver alguns de meus trabalhos como filmmaker. Logo me sugeriu: “Patricia você não gostaria de falar sobre criatividade?”. De alguma forma, eu sempre falei o quanto gostava do tema – sem talvez me dar conta disso.

10012763_714173661967529_8704154493103878954_o
Na foto, os participantes pousando para a “foto oficial” após a minha palestra. Foto: Eric Sanchez

ABRAÇANDO AS OPORTUNIDADES

Foi então que em Dublin (ainda tenho meu parte do meu coração lá) que tive a oportunidade de me engajar rapidamente no mundo do business através de brasileiros que estavam lá, como meu amigo Thaynan Mariano, e de organizações como a JCI – eles têm uma unidade em Florianópolis, chamada JCI Florianópolis caso queiram saber mais. Posso dizer que a Irlanda respira business, startups e incentiva a inovação, assim como o Brasil.

Mas ai bateu o medo: “Eu? Dando palestra? Sobre criatividade?”. Mas eu encarei, mesmo com poucos dias para preparar tudo, e sem ter a menor ideia de onde e como seria a palestra!

Eu lembro que fiz um slideshow usando a plataforma PREZI, achei mais criativa e interativa do que o tradicional PowerPoint – hoje tenho dificuldade de usar porque quero criar tudo 100% original, dá mais trabalho, mas é gratificante! Não bastasse a apresentação ser em inglês – e eu ainda estava aprendendo o idioma – seria minha primeira apresentação sobre o tema que me tocava lá no fundo. Bom, vocês podem imaginar a tensão! Mas esse era o ponto da JCI e do meu amigo: Dar o primeiro passo, o empurrão. Deu certo!

Tanto é que preparei uma apresentação gigante e esperava fazer todas as atividades interativas que eu queria – mas não deu tempo de fazer todas as dinâmicas que eu queria – uma mistura de empolgação em excesso com falta de experiência, afinal foi minha primeira palestra da vida! E ainda por cima em inglês… Alguns problemas de comunicação e pouco tempo disponível impediram minhas loucas ideias de ganharem corpo durante aquelas…2 horas? 3 horas? Não lembro…me perdi de tão incrível que estava! Tudo bem, aprendizados.

1799186_714173681967527_5880775854358805160_o
Na foto abaixo, meu amigo Julien me apresentando ao público que compareceu naquele dia. Foto: Eric Sanchez

A PALESTRA NO GOOGLE

Eu preparei a apresentação, chamei 3 amigos que conheci em Dublin, e parti pro ato. Todos eram da área de comunicação e estavam dispostos a me ajudar nessa empreitada. Treinei a apresentação em inglês com eles, um dia antes. Na hora, tensão, principalmente por conta do idioma.

Os slides me ajudaram a guiar a apresentação. O idioma, eu tive que levar na brincadeira quando esquecia alguma palavra ou errava um verbo. Mas, eu resolvi tirar sarro de mim mesma, a galera ria e deu tudo certo. Bom, como eu não conhecia o público, queria saber quem era e porque estavam em busca da criatividade. O bate papo foi muito rápido, tudo foi rápido, ao menos pra mim. Mas, deu pra ter o gostinho do quanto seria maravilhoso compartilhar desse tema. E por isso, nasceu o IH!CRIEI, que antes era um blog, e agora virou um portal…e muito mais que isso! Se tornou minha área de pesquisa. Por que não dá pra inovar e fazer diferente sem pesquisas. Não dá para só informar. Temos que sair a campo, interagir, criar coisas juntos, e fazer um real movimento em prol da criatividade humana. Por isso, hoje somos muito mais que um portal de pesquisas sobre a Economia Criativa e Criatividade Humana….aos poucos, você vai sentir!

1964932_714173631967532_2877602640409897240_n
Foto: Eric Sanchez

Descobri as duas coisas que eu mais amo falar e viver: meu trabalho, como filmmaker e jornalista multimídia, e claro, esmiuçar tudo sobre o universo da criatividade. Eu lembro que na palestra, eu trouxe a ideia de agir. Afinal, CRIA + AÇÃO. E olha que não é fácil decidir as prioridades de ação ou por onde começar. Criativos me entenderão!

Embora eu não tenha “estudado criatividade” até então (hoje a coisa mudou, é claro) desde aquele primeiro momento em que fiz aquela palestra no Google Ireland, pra 40 pessoas, em 2014, eu vivo muito tudo isso e uso meu próprio trabalho como um laboratório de ideias. Aliás, me inspiro e busco ela todos os dias, seja quando saio às ruas, na internet, nos vídeos, no cinema, nos workshops, palestras, eventos, revistas e no que as pessoas falam. Talvez seja por isso eu seja fã do empreendedorismo, das startups e do conhecimento. Agora, posso dizer que sou uma pesquisadora do tema. Vou a fundo, vou a campo e vou trazer tudo que descobrir à tona. Duvida?

Mas, depois dessa história toda, vem a pergunta: por que eu tive essa oportunidade?

Como sempre digo, meu trabalho e minha comunicação são o pontapé inicial de tudo na minha vida, como amo o que faço, fica fácil criar, e o desejo de compartilhar as criações é quase incontrolável! E, embora me fossem exigido criatividade sempre na vida, eu não sentia a confiança de criar e não entendia qual era meu potencial…. além de sofrer fazendo coisas que eram extremamente difíceis pra mim – não eram meu talento, sabe? E sempre que eu faço algo, eu mostro às pessoas…e o feedback é sempre um presente! Viu só no que deu acreditar em mim?

Se você quer saber um pouco mais sobre CRIAR A PARTIR DO ENVOLVIMENTO leia esse artigo em que Lourenço Bustani dá umas dicas sobre criatividade e se inspire!

Arte da capa: Margaret Scrinkl

Como você se sentiu depois de aprender com este conteúdo?
  • Quero+ (0%)
  • Chocado (0%)
  • Inspirado (100%)
  • Curioso (0%)
  • Surpreso (0%)
  • Feliz (0%)
  • desanimado (0%)

Sobre Patricia Bernal

Sou fundadora e curadora do portal IH!CRIEI, apaixonada pela transformação que a criatividade humana pode impactar! Atualmente estudo o mercado criativo, transformação digital e tudo que envolve inovação em gestão e negócios criativos. Sou Jornalista, Fotógrafa, Filmmaker, Educadora e Palestrante, além de pesquisadora autônoma. Dentro de nossa classificação pra Economia Criativa, sou da área de Comunicação Instantânea, com especialização em conteúdo Multimídias e em StoryMídias, com especialização em Audiovisual. "Espero contribuir com um conteúdo que inspire e ajude as pessoas a fazer um melhor proveito da criatividade, gestão e autonomia de carreira e negócios nas áreas criativas e no mundo digital". Se quiser conhecer um pouco de meu olhar criativo, acesse www.patriciabernal.me

Este post foi publicado em iH!Empreendi e marcado com a tag , , , , , , , , , , , , em por .

4 pensou em “Palestra de criatividade
no Google da Irlanda? Topei!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *