Livros/Editoriais e a Economia Criativa

Conteúdos multimídia iH!Criei neste artigo

vídeo
foto
infográfico
áudio
pesquisa
Não temos revisores, portanto, se você encontrar algum erro, por favor nos ajude entrando em contato, e, se você quiser entender o por quê, leia nosso manifesto.

Neste artigo vamos trazer uma introdução a esse universo para quem deseja começar a entender melhor como produzir, criar ou trabalhar nesse mercado. Nos próximos artigos iremos aprofundar em tópicos relacionados desde a carreira até a produção de um livro, tendências e mercados! Vamos começar?

OS PRIMEIROS PASSOS

Falando na arte de criar estórias, o primeiro passo para se iniciar nessa carreira é gostar muito de ler e escrever, para que o repertório seja rico e você possa trazer referências para a construção de sua história, conteúdo ou pesquisa.

Primeira coisa: Se você deseja escrever um livro, comece de dentro pra fora. O que você sabe sobre o assunto? Que estória você quer contar? Segundo alguns escritores famosos, como Neil Gaiman, escritor de Coraline. “Nós criamos algo que não existe, pessoas que não existem e criamos coisas que não existem para comunicar coisas que são verdade”. Lindo e louco né? Esse é o mundo dos StoryMídiasTellers!

Mas, de forma simplória, para começar a escrever um livro, além de usar sua imaginação, repertório e habilidade para escrever, você deve pesquisar minimamente sobre o assunto e, aos poucos, ir fazendo vários e vários rascunhos. Seja um livro técnico, motivacional, romance, você deverá pesquisar sobre o que está falando. Para não só colocar o que há dentro de você, como também informações interessantes e importantes que o mundo compartilhou. Torna seu texto mais rico e aprofundado.

Muita gente começa com a famosa “Uma página por dia” que com toda certeza é um avanço. Mas isso não é regra e nem padrão. Tem pessoas que escrevem 1 livro em 1 mês (tamanha a necessidade de expressão) e tem gente que demora 5 anos para terminar. Vai variar de acordo com o projeto, intenção, contrato com a Editora, e muitos outros fatores. O fato é que é muito importante que você tenha um foco, trace uma meta e consiga evoluir na sua ideia. Abaixo, mais algumas provocações para você começar a pensar nos primeiros passos.

PARA QUEM É SEU LIVRO?

Conhecer ou entender quem é o seu público-alvo, o seu leitor, para quem você quer contar essa estória? Crianças? Adultos? Mulheres? Empreendedores? Pessoas que gostam de esportes? bruxos? Ou você deseja contar uma história real? Algo que realmente aconteceu? Com você? Com alguém? Com seu país? Para quem você quer contar a sua estória/história?

Ainda seguindo os ensinamentos de Neil Gaiman, vamos há algumas “regras” para os jovens escritores. São orientações aprendidas em sua MasterClass simples e direto ao ponto. Vamos lá:

  1. Você deve escrever a estória.
  2. Você deve terminar de escrever a estória que começou.
  3. Depois que você terminar de escrever você deve mandar sua estória para alguém que tenha interesse em publicá-la. Pode ser desde um site dedicado a publicação de histórias, jornais, portais, até uma editora ou até mesmo um agente que faz essa curadoria e seleção.
  4. E caso essa estória seja rejeitada…. continue mandando. Se você terminou e acredita nessa sua criação, não desanime com o primeiro não. É mais comum do que imagina para centenas e milhares de escritores de todo o mundo. Uma hora, alguém poderá aceitar. Portanto, não desista até tentar TUDO e TODOS.
  5. Quando terminar uma estória e enviar, comece outra. Não se prenda a uma criação. Comece uma nova. Porque quando você conseguir sua primeira publicação, os editores vão dizer: temos outra? E você dirá: sim, tenho. E com toda certeza vão ficar muito empolgados!

Segundo Neil, geralmente as pessoas tem vergonha ou medo de suas estórias. E acabam deixando elas na gaveta. E muita gente nunca termina, pois acha que não está boa ou perfeita. Você é uma dessas? Se sim, não se preocupe. Aqui, no mundo @ihcriei, queremos ajudar todos os criadores, como você a não desistir, desanimar e aprender a se posicionar para que suas criações cheguem ao mundo. Vamos juntos?

E SE EU QUISER PUBLICAR, POR ONDE COMEÇO?

Supondo que você já tenha seu primeiro livro ou uma estória para publicar. Na hora de enviar para uma editora, (com aquela dose de coragem ao seu lado) envie para quantas você acha que deve, muitas vão recusar, mas se você mandar pra várias e ter uma apresentação criativa, alguma vai se interessar, se sua história for boa, bem escrita, bem pesquisada e com sua personalidade, sua expressão. Lembre-se: O conteúdo deve ser original e você deve mostrar bagagem e experiência naquele assunto. Hoje, muitas editoras querem conteúdos novos, exclusivos e informações que não estão circulando com a “desorganização” de informações na Internet ou, até mesmo, nos filtros-bolhas das pessoas, como bem explicou em seu TEDTALKS, Eli Pariser, (clique aqui pra ver) e você pode fazer a diferença contribuindo com esse equilíbrio que ele fala. Assiste pra entender a ideia.

Sentiu sua importância como escritor/a? Por isso, os livros estão aí vendendo, porque as pessoas precisam e querer algo organizado, que possam sair para o mundo da imaginação, que possam se aprofundar, entender melhor e não apenas consumir o que o Google ou Facebook envia no feed. Certo?

Agora, a sua pegada são livros de histórias de ficção ou os famosos romances? Esse é um mundo gigantesco e, além de uma boa história, você vai precisar de muita originalidade, muita sorte e talvez uma boa estratégia para conseguir vender a sua história, pois essa área é uma das mais difíceis e concorridas. Mas, expresse, imagine, crie e vai que vai!

E como fazer para trabalhar nesse mercado, fora ser um escritor e escrever histórias? No setor editorial é importante ter um estágio em primeiro lugar, pra ir conhecendo o mundo, as compras e vendas, livrarias, redes de shopping, materiais online, etc. Seja sempre proativo com o seu trabalho e mostre que pode fazer bons textos. É uma forma muito interessante de se aproximar desse mundo e, quem sabe, entrar nele no momento certo!

Bem-vindo ao mundo @ihcriei queridos/as escritores e profissionais que amam essa arte do storytelling!

É importante enfatizar que não somos especialistas em todas as categorias da indústria criativa, só em algumas como Comunicação Instantânea e StoryMídias. Porém, somos jovens pesquisadores da Economia Criativa e estamos, aos poucos, nos informando, conhecendo e vivenciando cada um dos universos criativos, para ampliar nossa visão de mundo e proporcionar a você uma imersão completa e maior entendimento do por quê esse universo da criatividade humana é tão fascinante, e como você, seja de qual área criativa for ou, caso não seja, trabalhe com os criativos, consiga ampliar sua visão de mundo para gerar inovação em sua atividade profissional e assim obter cada vez mais reconhecimento!

Você pode nos ajudar a construir um conteúdo qualificado e assertivo dando suas sugestões, trazendo seus incômodos e opiniões, seja nos comentários ou redes sociais. Nosso canal mais ativo no momento é o Instagram: @ihcriei. Segue lá!

Estamos atentos e em constante aprendizado! Nos vemos no próximo artigo! E não deixe de nos dizer como você se sentiu ao ler este conteúdo, a gente se importa com você…

>> Colaborou para este artigo, texto e design Camilla Zahn e Patricia Bernal

Arte da capa: Matt Chinworth

Como você se sentiu depois de aprender com este conteúdo?
  • Quero+ (100%)
  • Chocado (0%)
  • Inspirado (0%)
  • Curioso (0%)
  • Surpreso (0%)
  • Feliz (0%)
  • desanimado (0%)

Sobre Redação iH!Criei

O Ih!Criei é dedicado a trazer conteúdos especializados sobre as áreas da Economia Criativa, como colocar a Criatividade na Prática e o como trabalhar o Desenvolvimento Humano Criativo e Inovador em uma linguagem multimídia acessível, informal e criativa. Nossa principal visão é de que a criatividade é um valor humano e, como todo valor que contribui para o bem de uma sociedade, deve ser cultivado, compartilhado e praticado. Antes de inovar, é preciso criar.

Este post foi publicado em Livros e marcado com a tag em por .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *