Como trabalhar como freelancer em plataformas online

Conteúdos multimídia iH!Criei neste artigo

vídeo
foto
infográfico
áudio
pesquisa
Não temos revisores, portanto, se você encontrar algum erro, por favor nos ajude entrando em contato, e, se você quiser entender o por quê, leia nosso manifesto.

Em qualquer situação de crise, acabamos por olhar por outros ângulos para procurar saídas e maneiras de continuar em frente. Então, este é um ótimo momento de testar todo seu conhecimento técnico e criativo, e investir seu tempo para ampliar seus mercados. As plataformas de serviços online são hoje a principal fonte de renda de muitos criativos. O colombiano David Silva, que atualmente vive no Brasil, e atua na área de Motion (Audiovisual) e, em plataformas online, há 2 anos e mostra que é possível se capitalizar sendo freelancer no mundo das plataformas. E ainda garante: não há limites financeiros ou geográficos para atuar neste modelo de trabalho. Neste primeiro artigo para o portal IH!CRIEI, ele traz uma série de dicas de como ingressar neste mercado como freelancer trabalhando de forma 100% remota.

O mais importante na vida de um freelancer

Não tem fórmula certa para ser Freelancer. Uma lista com passos a seguir ou metodologias infalíveis, é de suspeitar. Aliás, com Internet e tempo, qualquer um pode consumir as muitas informações pela rede, ler livros, ver dicas de profissionais em canais no YouTube e um sem-fim de outras fontes que estão aí, compartilhando experiências para quem quer viver de freela.

Ser um artista freelancer é um desafio, como praticamente tudo na vida. Por isso é importante desmistificar o ofício do artista e do empreendedor. Porque nem o artista nem o empresário são gênios com algum talento especial. A única coisa em comum daqueles que se destacam, seja seu ofício qual for, é, sem dúvidas, a disciplina. Então, se você já tem alguma dificuldade com isso, é bom se preparar para desenvolvê-la, ou, sua vida como artista freelancer poderá ter muitos altos e baixos (sem disciplina, mais baixos, eu diria). Como assim?

Porque disciplina neste modelo de trabalho remoto e online – que traz muita liberdade e autonomia – é o coração de toda atividade. A disciplina é tão necessária para criar uma empresa, como é para fazer o café da manhã e iniciar o dia bem alimentado. E é necessário pensar nela sem percebê-la como algo difícil de conseguir, caso contrário, você não vai nem tentar mudar. Para mim, disciplina tem a ver com o ato de se manter no foco. Se você quer empreender como freelancer na área criativa, a concentração é, ao menos para mim, a mais importante ferramenta que garante o alcance do objetivo de criar algo do zero.

Cada pessoa tem um ritmo de trabalho e um jeito de fazer as coisas. Em minha vida como freelancer testei e continuo testando muitas metodologias e dicas espelhadas em livros, canais de Youtube, palestras e pesquisas. Portanto, organize seu tempo pra se aprimorar e, assim, encontrar um caminho próprio e autônomo para evoluir.

As primeiras lições para ingressar no mercado online

Dentre as várias formas de trabalho, encontrei no mercado online a minha melhor ferramenta desde que cheguei ao Brasil. Comecei uma pesquisa sobre o mercado da área de Motion no país, e percebi que ele é gigante! Há uma oferta e demanda enorme por aqui.

Quando cheguei, não tinha o conhecimento do Português e vi as minhas possibilidades realmente limitadas – ainda que o espanhol seja similar. Isso me deixou uma primeira lição: Aprender bem o idioma! Mas foi o meu conhecimento em inglês que permitiu eu entrar no mercado online. É por isso que deixo a segunda lição: quem quiser trabalhar como freelancer neste campo de negócios deve saber inglês.

Falar, ou pelo menos saber escrever em inglês, permite acessar uma enorme quantidade de conhecimento relacionado ao Motion, lidar com os clientes (afinal nesses aplicativos esse é o idioma de negociação), permitindo pensar no mesmo idioma que seus potenciais clientes. Então, se você não se sente confortável com o idioma, uma hora isso vai acabar, porque você terá que usá-lo até mesmo durante a compreensão e estudos das diferentes plataformas de mercado online e todos os segredos que elas têm. E ainda aprende bastante do vocabulário do mundo dos negócios.

Dito isso, vou compartilhar dicas que eu considero importantes para quem quer ser freelancer online e começar a trabalhar em um mundo que não há limites financeiros, nem geográficos.

Ser freelancer online é possível.

Realmente é. Na rede tem muitos sites focados no mercado freelancer para Motion Graphics (Animação 2d e 3d) entre outras áreas criativas. Dentre minhas pesquisa e experiência os principais são:

  • Upwork
  • Fiverr
  • Twine 
  • Freelancer
  • Workana
  • PeopleperHour
  • Guru

Todos têm um jeito particular de funcionar. Por isso, é importante pesquisar bem seu funcionamento e decidir em qual você se sente mais confortável. Eu tentei com todos os citados acima e, até o momento, percebi que os melhores para o mercado do Motion são Twine, Fiverr e Upwork – todos do setor audiovisual, pois possuem ferramentas de comunicação e os orçamentos para os projetos bem estruturadas para essa área.

Tenha um bom portfólio.

Parece óbvio, e é mesmo. É importante ter um bom trabalho para mostrar. Sem um portfólio de qualidade, dificilmente você conseguirá projetos sérios ou comunicar-se com clientes potenciais. Além de ser melhor visto, um bom portfólio proporciona segurança para comunicar e permite ao cliente te conhecer e avaliar suas habilidades. Ainda não se sente seguro com um bom portfólio? Então vou dar algumas dicas do que testei e deram certo. Veja se faz sentido para você.

  1. Projetos pessoais que tragam seu critério estético.

Os projetos pessoais são muito importantes por várias razões: Primeiro, permite saber o que você mais gosta de fazer – e isso precisa estar bem claro pra você. Segundo você conhece melhor seu o seu ritmo de trabalho e testa suas habilidades, levando elas cada vez mais longe. E, acima de tudo, fortalece o seu critério estético. Este último te ajudará como um guia para seus trabalhos pessoais e os que vier a fazer para seus clientes. Aliás, saber disso ajuda a definir o seu estilo e ter mais claridade nos serviços que você oferece. Portanto, não esqueça que, quando você é artista, o critério estético é fundamental.

  1. Nunca para de aprimorar seu trabalho, nunca!

Aprender é importantíssimo! Cada dia é uma oportunidade de aprender alguma coisa nova. Nunca pare. Pensar em melhorar sempre é uma maneira de garantir melhores resultados no seu trabalho, melhores clientes, e claro, muito mais dinheiro – e como criativo, acho que isso já faz parte de você, certo? Existem muitas opções para estudar sendo freelancer. Tem desde tutoriais bem específicos no Youtube que ajudam com processos urgentes nos seus projetos, até cursos avançados de estudo que elevar aa sua qualidade. Na área de Motion Graphic, existem plataformas de educação online como o Vida de Motion e Layer Lemonade que são conteúdos feitos no Brasil. Fora, recomendo escolas como a Mograph Mentor ou a famosa School of Motion. Seja qual for sua escolha, nunca pare de estudar e sempre pense na aprendizagem como o melhor investimento.

  1. Escolha quais serviços oferecer e a quem oferecer eles.

No começo parece fácil pensar em fazer de tudo para todo mundo, mas isso é um erro. Vivemos em mundo onde ser especialista é sinônimo de qualidade. Simples assim. Quando você foca seu trabalho em um único serviço, será mais fácil encontrar os seus clientes potenciais, aperfeiçoar as suas habilidades, e ser percebido como um profissional que faz um conteúdo exclusivo. Isso é o mesmo que ter um “target”. As duas coisas se relacionam. Eu, por exemplo, faço sequências de títulos para filmes, curtas-metragens, programas de televisão, web series e canais no Youtube. Nunca faço vídeos explicativos ou conteúdo infantil, por exemplo, mesmo tendo as habilidades para fazer esse conteúdo, eu não gosto dele, e se eu não gosto, com certeza não conseguirei ter bons resultados. Por isso, é  importante confiar na qualidade do que você faz, e você só consegue isso quando faz o que você realmente gosta.

  1. Tenha uma aparência profissional.

Parece que não é importante, mas é! Os clientes nos sites querem ver com quem estão interagindo, se é com uma pessoa de verdade, não com um estúdio ou um designer sem face. Ter uma foto que apresente seu rosto ou personalidade ajudará a criar uma maior conexão com seus futuros clientes. É importante demais! Evite usar logotipos, desenhos ou imagens de outras coisas que não sejam você. Sua identidade é necessária, gera confiança e deixa no cliente a tranquilidade de estar falando com um profissional. E não use óculos de sol! O importante não é parecer uma pessoa chique, é parecer um profissional. Uma boa foto pode fazer maravilhas nos seus perfis, falo por experiência própria.

  1. Tenha paciência, comece do zero e não desista.

Seu trabalho vale, e vale muito! Todo o esforço, conhecimento e experiência tem um valor e merecem ser reconhecidos. Mas quando você começa no mundo online, você não é ninguém, por isso, seja paciente. Sites como Upwork ou Twine permitem que você cobre seu trabalho por hora. Todo mundo quer cobrar 50 USD por hora ou um dia de trabalho em até 500 USD, mas é preciso tempo para chegar lá. Tem que ganhar uma reputação que permita cobrar cada vez mais. Cada site é diferente e em cada um deles, comece devagar. Juntar bons comentários no seu portfólio, pode ser um bom marketing pessoal. Sites como Fiverr permitem cobrar por projetos completos, e mesmo assim, se você tem um bom portfólio, precisa dos comentários dos clientes, é a tal da “reputação” como profissional. Então, cobrar pouco no começo é uma boa maneira de começar a ganhar espaço, ter clientes e experiência. Assim, aos poucos, você poderá subir seus valores. E lembre-se: você estará ganhando em dólar, para quem vive de REAL (moeda brasileira) é só acrescentar 5x mais (ou o valor que estiver atualmente) e você verá o bom rendimento que terá!

  1. Seja um profissional, neste mercado não há espaço para amadores.

Essa é a última dica e talvez a única que não faz sentido “testar” porque é regra. Respeite seu trabalho! Seja cuidadoso com ele e faça-o com paixão e com amor. Ser freelancer é uma oportunidade maravilhosa de administrar o seu tempo com liberdade e responsabilidade. Nunca prometa coisas que não sabe fazer e que você sabe que não vai conseguir fazer com qualidade. Mantenha uma comunicação clara e honesta desde o começo com seus clientes potenciais. Ser um profissional é uma atitude com seu trabalho e uma consciência responsável sobre suas habilidades e o seu tempo.

Dicas de ouro! Se você quiser conhecer um pouco mais do trabalho de David Silva acesse: http://silvaexperiment.com/

Arte da capa: Yukai Du

Como você se sentiu depois de aprender com este conteúdo?
  • Quero+ (0%)
  • Chocado (0%)
  • Inspirado (60%)
  • Curioso (40%)
  • Surpreso (0%)
  • Feliz (0%)
  • desanimado (0%)
David Silva

Sobre David Silva

Animador experimental e designer de movimento, atualmente em São Paulo, Brasil. Co-fundador e diretor criativo da El Astillero Producciones. Experimentação é a minha pedra angular. Corro riscos porque são necessários para crescer como artista e como pessoa. Você pode ver minhas criações aqui e nas minhas redes sociais. Sinta-se livre para perguntar e falar sobre o que vê. Trabalho em filmes, curtas-metragens, séries, canais do YouTube, marcas e projetos que precisam de pensamento experimental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *