Quero estudar audiovisual,
por onde eu começo?

Conteúdos multimídia iH!Criei neste artigo

vídeo
foto
infográfico
áudio
pesquisa
Não temos revisores, portanto, se você encontrar algum erro, por favor nos ajude entrando em contato, e, se você quiser entender o por quê, leia nosso manifesto.

As vezes é difícil saber por onde começar quando queremos estudar e/ou seguir uma carreira, e pra isso o Ih!Criei está aqui!

Você pode começar desde iniciar os estudos em uma faculdade ou cursos técnicos em audiovisual, até ser autodidata – como a muitas das profissões criativas, é sim um começo – além da infinidade de cursos online (alguns muito bons, por sinal!) para evoluir em seu conhecimento na área.

Depois de um conhecimento bacana, portfólio e criações autorais, você terá mais confiança para se apresentar e então trabalhar para produtoras, estúdios, empresas de marketing, entre outras opções ou seguir de forma autônoma, sendo um microempreendedor individual (MEI) – e quem sabe um dia ter a própria empresa!

Muita gente que trabalha nessa área vem de outras profissões, você sabia? E esse mix acaba sendo uma vantagem competitiva pra quem souber aproveitar bem as habilidades de um segmento no outro – e esse raciocínio vale pra outras áreas também. De faculdades existem várias, as mais carinhas e muito boas em São Paulo, temos a Belas Artes, a FAAP, a EBAC, públicas como a USP, e algumas mais acessíveis como a Academia Internacional de Cinema (AIC) e Latin American Film Institute (LAFILM), a FAP no Paraná, entre outras. Para uma formação mais específica em TV tem a Anhembi Morumbi e a Cásper LíberoDe experiência temos uma pessoa da equipe do Ih!Criei formada em Audiovisual pelo Senac de São Paulo e outra que fez curso livre na AIC. Lembrando que as faculdades e escolas aqui citadas não são indicações, mas apenas citações de nosso radar de conhecimento.

O que varia muito entre uma faculdade e outra é estrutura, equipamentos, nível dos professores, nível dos alunos, preço, relações com o mercado e, claro, como é o conteúdo. Todos vão ter prós e contras, por isso, vale a pena pesquisar. Converse com pessoas que já estudaram, mas não pergunte só: “O que achou?” Tente entender o perfil dessa pessoa, o que ela buscava, etc etc, porque o contexto muda completamente o resultado ou opinião. Converse com a escola. Peça aula experimental. Converse com ex-alunos. Pesquise, porque da nossa parte, a formação audiovisual deixa muito a desejar em vários aspectos, mas isso é tema pra outro artigo. Ah, e se você é é mulher e quer um grupo pra chamar de seu, faça parte do MUFA (Mulheres Filmmakers e do Audiovisual), clique aqui para entrar no grupo.

Arte da capa: Scott Balmer

Como você se sentiu depois de aprender com este conteúdo?
  • Quero+ (50%)
  • Chocado (0%)
  • Inspirado (50%)
  • Curioso (0%)
  • Surpreso (0%)
  • Feliz (0%)
  • desanimado (0%)

Sobre Patricia Bernal

Sou fundadora e curadora do portal IH!CRIEI, apaixonada pela transformação que a criatividade humana pode impactar! Atualmente estudo o mercado criativo, transformação digital e tudo que envolve inovação em gestão e negócios criativos. Sou Jornalista, Fotógrafa, Filmmaker, Educadora e Palestrante, além de pesquisadora autônoma. Dentro de nossa classificação pra Economia Criativa, sou da área de Comunicação Instantânea, com especialização em conteúdo Multimídias e em StoryMídias, com especialização em Audiovisual. "Espero contribuir com um conteúdo que inspire e ajude as pessoas a fazer um melhor proveito da criatividade, gestão e autonomia de carreira e negócios nas áreas criativas e no mundo digital". Se quiser conhecer um pouco de meu olhar criativo, acesse www.patriciabernal.me

Este post foi publicado em Audiovisual e marcado com a tag , em por .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *