20150209162436158248a

FESTIVAL PATH 2017: Evento de INOVAÇÃO e ponto de encontro da comunidade CRIATIVA e EMPREENDEDORA do Brasil.

Path Festival banner

Quando eu voltei do exterior, em 2015, visitei a O2 Filmes, a convite da Janaína Augustin, responsável pelo setor de Produções para Mídias Digitais da produtora. Uma das coisas que ela disse que eu tinha que conhecer foi o Festival Path, um dos maiores eventos no Brasil, nas área da Criatividade e Inovação. Imagine eu? Fiquei SUPER CURIOSA!

Em 2015, eu não pude ir, mas o desejo brotou. Em 2016, não poderia perder, eu tinha que ir. E, de fato, fui e amei! O festival trouxe tantas novas ideias, conexões e debates interessantíssimos – como se propõe – que fizeram jus ao que a Janaína tinha dito e ao que eu imaginava – só faltou eles gravarem as palestras, eram tantas simultaneamente que era difícil escolher qual ir. PS: Espero que neste ano role!

Afinal, o que é o Festival Path? É basicamente um lugar onde são convidadas pessoas do VAI LÁ E FAZ, pra compartilhar suas percepções, experiências, dar dicas e mostrar caminhos ou novas ideias. É reunir gente que está mudando a forma de pensar e fazer acontecer negócios e ideias. E o público têm a mesma pegada. Você nunca sabe se no ano seguinte VOCÊ poderá ser convidado a falar da sua ideia! A variação temas e palestrantes é pra deixar qualquer criativo enlouquecido!

Continue lendo

MADMENEXERCICIO_IHCIRIE

MAD MEN: O QUE A SÉRIE ME ENSINOU SOBRE CRIATIVIDADE NA PRÁTICA?

Quem dera fosse mentira, mas no dia 1 de Abril-2017, a série MAD MEN já não estava mais disponível no catálogo da NETFLIX (e eu adoro a plataforma, mas você pode arrumar outras formas de assistir a série, é claro).

De cara, quero dizer que esse não é um artigo sobre comportamento social da época (a série se passa entre anos 60 e 70), também não é sobre cinematografia ou aspectos audiovisuais (embora uma curiosidade: 7 dos 9 membros da equipe de roteiristas eram mulheres!) ou mesmo, falar sobre o lado propagandista (e muitas vezes cruel ou fake) da publicidade (mais uma curiosidade, a série fez com que o número de pacotes de cigarros da marca Lucky Strike aumentasse as vendas em 9 milhões em 2012, e as vendas de whisky entre o público de 25 a 34 anos cresceram 12%, segundo artigo publicado no site Ambrosia).

Quando terminei de ver a série fiquei pensando no que aquelas 7 temporadas havia me ensinado de bom – além de ter me tirado horas e horas de sono. Me questionei: O que me ensinou de positivo para tudo que faço hoje como EMPREENDEDORA CRIATIVAmad-men-03pati
Era de se esperar, que CRIATIVIDADE, VISÃO EMPREENDEDORA e NEGÓCIOS seriam pontos altos. E, sim, me ajudou literalmente em várias coisas. Portanto, gostaria de compartilhar com vocês que assistiram (ou não) a série, algumas das coisas que reforcei dentro de mim e que pode – cedo ou tarde – serem muito úteis pra vocês, e, se tiverem a sorte de ler esse artigo antes de assistir a série, com certeza vão enxergar coisas além: Continue lendo